55 DH

O aquecimento global, a escassez de água, a guerra, a destruição. 2/3 da população mundial partiu em busca de um novo lugar para viver, os restantes, que ficaram na terra, desesperados, procuraram sobreviver sem sucesso. Apenas 1% da população mundial conseguiu resistir. Um novo calendário foi criado, um novo ano 0 marcou a fuga. Na terra esse período ficou conhecido como o “Fim da Humanidade”.

A catástrofe, marcada pelo degelo, variações de temperaturas extremas, propagação de doenças, destruição de infraestruturas, insuficiência de recursos e energia. Os que ficam aprendem a sobreviver. Os que partiram desapareceram da memória.

A destruição de grande parte do mundo, deixou livre poucos espaços habitáveis onde os mais ricos e poderosos conseguem criar zonas temperadas, redomas onde vivem, controlando os poucos recursos disponíveis. Os mais pobres acabam por cair nas mãos do calor excessivo, da falta de água e recursos. Deste caos surge uma doença que os afecta levando-os a resistir a tudo… menos à vida. Nos campos os seus cadáveres e espíritos vagueiam.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *